Seguidores

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Rancor e Desgosto

Aqui é a minha casa
lá fora é o esgoto.
Nasceu em mim o Rancor e o Desgosto
Assim eu vivo morto.

Aqui não existe versos belos
Não procure a luz em meu poema
Não me veja positivamente em meu poema
A tinta vermelha caiu sobre o meu rosto
O espelho aponta a realidade : Eu sou um mostro .

Tenho dúvidas da minha consciência
Me juntei a sociedade e perdi a minha onipotência
Descobrir a dura realidade : É um fracasso a minha sintaxe .

Caminham juntos a hipocrisia social
O absurdo vira um plano normal .
O absurdo nasce da seguinte forma
Que a vida e a moralidade não tem reforma .

Mas esse Rancor e esse Desgosto é porque eu te amo
E por te amar como uma semente brotada intimamente no seu plano de vida
Me vejo indignado por pensar que a sua existência em mim é somente uma saída .

Nasceste grande e da sua grandeza fizeste um vínculo em mim .
No entanto eu paro por aqui .
Estou sujo e contaminado
Sou ridículo e estigmatizado .
A tinta vermelha caiu sobre o meu rosto
O espelho aponta a realidade : Eu sou um mostro .
Rancor e Desgosto se solidificam como uma das maiores mágoas sentidas
Nisso chego a conclusão : O Fim do mundo é todo dia .




Autoria : Caio Fazolato
Imagem : Google

19 comentários:

Patrícia Pinna disse...

Que poema forte, de tirar o fôlego, e de surpreender.
Creio que em algum momento da vida, todos deixam a tinta vermelha cair sobre o rosto, não significa porém, que ela permanecerá encobrindo a face e o sorriso.
Monstro nada mais é do que a visão negativa de que a pessoa tem sobre si, ou que alguém tem dela.
Penso que o espelho não refletirá essa imagem por muito tempo, até mesmo porque cabe a quem se sente assim, lutar para que essa imagem ruim dê lugar a uma forma bela, de expressões suaves.
O seu interior é belo, poeta, de sentimentos bons, que vez em quando está sujeito à tempestades, bem como o de todas as pessoas.
Não és sujo, fracassado ou ridículo.Não sinta-se assim.
Vez em quando falamos bobagens que soam como ridículas, e quando não conseguimos nos expressar, damos vazão à confusões verbais.
És maravilhoso, de uma alma linda e sensível, tanto que fez um poema desse tipo.
Os sentimentos que intitulam o poema são muito nocivos, prejudicando a alma de quem o carrega.
Creia, olhe para o espelho e veja Luz, pois ela existe dentro de você!
Parabéns pela sua obra poética!
Eu amo você, assim como o seu interior, que sei ser muito belo!
Fique na paz!

Ivone Poemas disse...

Eis que em momentos assim, é como pesadelo!!!
Ver, perceber, sentir as dores do mundo ao nosso redor nos conduz com força incontrolável, isso é a alma do poeta, vive todas as sensações, mas passa, ainda bem que passa!
Vá em frente poeta, hoje é outro dia, fim da agonia!
Abraços
Ivone

Ivone Poemas disse...

Eis que em momentos assim, é como pesadelo!!!
Ver, perceber, sentir as dores do mundo ao nosso redor nos conduz com força incontrolável, isso é a alma do poeta, vive todas as sensações, mas passa, ainda bem que passa!
Vá em frente poeta, hoje é outro dia, fim da agonia!
Abraços
Ivone

Evanir disse...

Querido Amigo e Poeta Caio.
Creia meu amigo amo tudo que você escreve .
Sem dizer da humildade de coração que existe dentro de você.
Gostei do seu poema mais senti nele uma dor profunda e um desabafo da sua alma.
Tu és o Deus extraordinário..
E em tudo que escreve é com enorme convecção .
Te agradeço por ser meu amigo e ter proporcionado a mim fazer postagem de seu poema no meu blog.
Tenha certeza meu amigo não será a ultima vez que faço homenagem a você.
Deixo a você meu agradecimento por pela sua amizade consideração de amigo isso é tudo para mim.
Estou tremendamente feliz de ver meu blog com link no seu.
Um feliz final de semana paz e luz.
Beijos no coração.
Evanir..

Eloah disse...

Querido não se deixe enganar por uma visão própria tão negativa.Quem é capaz de expressar sentimentos com tanta emoção tem na alma beleza e sinceridade.Parabéns pelo belo poema!
Seja feliz, não conteste.Privilégio é amar.Bjs Eloah

NOEMI disse...

Caio seu menino sapeka!!!!Embora não percebamos, cada um de nós vive através da escrita o mundo que nos cerca, ... que espelha o que somos no mundo e o mundo que somos nós. .. no contato com outro aprende-se, reflete-se,as próprias angustias... escrevemos para digerir...o cotidiano que nos aprisiona... As palavras são ferramentas essenciais para entendermos o que se passa a nossa volta, fazer coisas acontecerem e garantir harmonia...Que bom que podemos escrever não é.... E voce meu querido poeta usa apalvra com sabedoria ímpar... Clarice Lispector deixou a reflexão: "Minha liberdade é escrever. A palavra é o meu domínio sobre o mundo".Sinta-se amado e admirado.Um abraço carinhoso.

Tecendo Pensamentos disse...

Espetacular o seu labor poético confeccionado e publicado "ut
supra". uma delícia... voltarei sempre. Lhe sou muito grato pela
a assiduidade no meu espaço. Um abração fraterno.

SOL da Esteva disse...

Amigo Caio

O estado de Espírito e a consciência que cada um tem de si, normalmente andam por debaixo das máscaras.
Estamos no Carnaval...

Tu, mostras-te, olhas-te ao espelho e relatas os sentimentos pela negativa.
Porém, tens o maior trunfo da Vida Humana: o Amor.
Ou arrostas contra tudo e contra todos, lutando por ele, ou vais limitar a tua existência a uma revolta sem fim.
Concordo que o fim do Mundo é todo o Dia, mas que o ultrapassamos, passo a passo, através do Amor.

Abraços

SOL
http://acordarsonhando.blogspot.com/

Evanir disse...

Boa Noite Amigo Poeta.
Estou passando para desejar um feliz final de semana .
Estou sentindo falta de você no meu blog tens trabalhado demais.
Eu entendo também ando em falta com muitos amigos embora meu caso seja outro.
Quem mora em cidade grande como você
depois do trabalho tudo que queremos é um bom descanso .
Um feliz final de semana.
Uma abraço;Evanir

Val Dantas disse...

É, pelo visto não sou somente eu a "desabafar!". Como desabafo...é um belo poema. Como poema...é um belo modo de expressar a dor momentânea e, queria Deus, "passageira"! Quem já não se sentiu assim antes? Me sinto "monstro" em diversos momentos da vida, mas em seguida Deus me sussurra na alma que...eu tenho jeito ainda! rss Não somos perfeitos. Te deixo um abraço e meu desejo de que as flores tornem a abrir seus botões e a colorir e perfumar seus dias! Deus te abençoe.

Alysson Serrão disse...

Muito bom! Desabafo poético e construtivo!

Ótimo blog!
Abraços e boa semana!!

Zilani Célia disse...

OI AMIGO!
MUITO FORTE E AUTO DESTRUIDOR TEU TEXTO.
MAS, ACHO QUE TODOS NÓS EM ALGUM
MOMENTO DA VIDA, JÁ NOS SENTIMOS ASSIM, O QUE NÃO PODE ACONTECER É NOS CONVENCERMOS DISTO E NÃO REAGIRMOS,DEIXANDO ESTA TRISTEZA E DESMOTIVAÇÃO PASSAR A SER AA NOSSA VERDADE.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com/

Enigmático Byjotan disse...

Somos sujos,imundo,irracional,gracioso, belo e capaz de amar o verdadeiro amor,que se esconde além da curva.Poema forte e profundo,como quem vai fundo na vida.Abraço verdadeiro de leitor.:-BYJOTAN.

Rita Freitas disse...

Realmente "a vida e a moralidade não têm forma", somos nós que fazemos a forma, seja negativa ou positiva, é sempre criação humana...
Mesmo assim tento encontrar a luz neste bonito poema :))
Bjinhos

Patrícia Pinna disse...

Meu amado poeta, eu amei os seus comentários, nem sei se li todos, creio que sim.
Torno a registrar que você é uma pessoa maravilhosa, de um imenso valor, e que eu te amo muito.
Você me faz renascer a cada incentivo seu, fazendo eu acreditar em mim, me valorizando.
As adversidades são muitas, e se você quiser que elas deixem de existir, sabes o que fazer, caso contrário, se pensar que é realmente o que quer, estarei ao seu lado, pois você me dá força, me coloca para cima, e antes de qualquer coisa, me ama.
Você é um presente de Deus para mim, portanto, valorize-se!
Seus poemas são fabulosos, e eu o admiro demais, e sei que muito tenho a aprender contigo.
Que Deus seja contigo, e seja conosco!
Um beijo na alma, e fique na paz!

Evanir disse...

Boa Noite Caio.
Eu observei que tem andado um pouco ausente.
Por isso nessa noite venho saber como você esta .
Espero que tudo esteja bem contigo fico triste quando um amigo se ausenta por muito tempo.
Desejo a você uma linda noite e muita paz no coração.
Uma linda quinta beijos e beijos.
Evanir..

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite meu querido desaparecido!
Quero saber onde anda esse menino que resolveu se encantar...desencanta Caio!Que eu adoro ver esse casalzinho se amando e trocando juras de amor através de um meio que o universo consagrou...universo virtual.
Sabia que eu tbm vivo assim,um alguém se encantando por mim tudo pelo universo virtual,kkkkkkkkkkkkk
Será verdade ou mentira?
-Não sei não!
Aparece querido para batermos um papo...
O poeta tem um poder milagroso na hr de escrever.Veja como vc nos instiga na leitura...
bjsssssssssssssssssssssss

ELAINE disse...

Parabéns! Ótimo texto, embora muito triste! Cheguei aqui por indicação de uma amiga em comum, a Patrícia Pinna!Gostei e estou seguindo, ficarei feliz, agradecida e honrada se puderes retribuir me seguindo também! Ótimo domingo! Grande abraço!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

Patrícia Pinna disse...

Amado poeta, bom dia. Passei aqui para dizer que eu te escolhi para participar de uma brincadeira que está no meu blog, oferecida pela amiga Elaine.
Creio que gostará, pois servirá para homenagear mais pessoas queridas.
Passe lá, amado!
Um beijo, e fique na paz!