Seguidores

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Seja livre

Seja Livre , como a foto em movimento
pintada pelo vento numa transcendência sem limites .
Seja livre , como as árvores da praça sorrindo .
seu sorriso liberto refletindo , a doçura do momento eternamente resplandecido
Seja livre , assim como nossa alma tornou-se
A capacidade de amar o seu ser
É a eloqüência que voa .
Tu és notável e sublime .
E nós unidos somos livres .
Certa vez na aurora,
Elucidei que a força total que emana a minha alma ,
não é a totalidade da força do amor .
É a fagulha que costura outras fagulhas
As fagulhas unificadas são estrelas .
Estrelas que dissolve o mal
E acarreta o bem .
Seja livre , seja livre
Como o brilho de janeiro do ano milenar .
Beija-me com os olhinhos fechados
Pinta a nossa foto , inventa uma poesia.
Seja livre , para que o vento serenize o chacoalhar dos seus cabelos .
Acalenta-me nos seus abraços
Acalenta-me com seu sorriso , puro e magistral .
Que enternece e alimenta a potência essêncial .
O Amor do eterno momento que não acabou .
E de eterno uma parte de Ti se eternizou em mim.
Acalenta-me com a sua vida e deixemos voar a voz da esperança .
Deixemos voar o som da liberdade em alto ar,
Na alta escala imprenscindível do nosso ser.
Agora tudo está leve
assim como a foto que parou no tempo
E volta e meia transcende um movimento ,
simplesmente eterno .

8 comentários:

patricia disse...

Eu amo o meu neguinho !!!!!!!

patricia disse...

Realmente,a liberdade expressa pelo vento movimentando os cabelos,e a serenidade do beijo com os olhos cerrados de emoção, casaram muito bem!Dá para sentir a alma fluindo nesse poema tão lindo e profundo como um todo!Parabéns,meu poeta!!!

Everson Russo disse...

Liberdade sempre,,,abraços de boa semana pra ti amigo.

VaneValent disse...

Lindo Blog
Lindo post.

Em busca da liberdade, liberdade esta cheiaaa de verdade ...

beijos desde Recife.

Lucia Constantino disse...

Lindo poema, meu amigo! Uma Ode à liberdade, esse bem maior do ser humano. Que tuas asas sempre continuem a singrar horizontes onde teu canto seja ouvido, seja amado, seja eternizado: no coração daqueles que sentem, como você, a imensidão que é a voz do coração manifesto na poesia. Um grande beijo pra ti, meu querido amigo. Obrigada por tua preciosa amizade.

Patrícia Pinna disse...

Amor,vc sabe o quanto eu sou apaixonada por esse poema,pelo dia em si,e pela estonteante maravilha e profundidade contida em seus versos.
Jamais irei cansar de dizer que o seu talento é infinito, que escreves muito melhor do que muitos poetas de renome.Exagero?NÃO!!!!!!!!!!!!
Você me conhece melhor do que eu mesma para saber que o que digo tem um certeiro fundamento.Parabéns!!!!!!!!!!!!!Beijos, meu amado e talentoso poeta!

Patrícia Pinna disse...

Poeta amado, bom dia. Não me canso de ler o poema "SEJA LIVRE".Excelente!Para de ser preguiçoso e CRIE obras maravilhosas tais como essa!Você não é poeta para viver na mesmice literária, eu não aceito isso, o seu poder de criação é maior do que essa letargia!
Sua humildade e simplicidade, suas riquezas.Emocione as nossas almas com os seus versos!!!!!!!!!!
Beijos no coração do poeta!

Ana Kalil disse...

Linda poesia! Amo este tema da liberdade...!

A liberdade é como vc diz doçura, árvores sorrindo, espírito alegre, alma liberta e entregue ao amor....!

Beijos e continue ecnantando com sua poesia