Seguidores

domingo, 24 de março de 2013

Aliteração do amor


 Ali há uma alteração
 Alterando a sua vida nos meus passos
 Alternando as minhas escolhas nos seus compassos
 Mas ouvindo os sons dos mesmos vocábulos.

Meu amor, há em mim uma escuridão
Multicolor, sou iluminado pela aliteração.

Altera alternando as alternativas de vida
Perpetua personagens perpétuos de poesia
Amada , amadíssima 
No ciclo das águas , és a pureza que me purifica .
Todos que passaram na minha estrada
Alteraram migalhas de nada
Vós  exalais uma nova rica essência 
Da sua boca transbordam rios de novos fonemas 
Amada , amadíssima
Folha de amora caída da árvore do amor
Num verso existe o meu pensamento
No anverso existe sua imagem  
Que encontra a semântica na nossa linguagem  

Nesse momento eu te beijo
As consoantes se entrelaçam
As sílabas se unem
E o corpo da palavra dançam em sintonia com os vocábulos
E a frase ritmizada
faz amor em sincronia sintonizada .

 Um casal chamado : Aliteração e Assonância  .
 Um escuro saído da ignorância .

Havia em mim uma escuridão
Desvendei que os vocábulos sonoros
Era a a luz aliterativa da Aliteração
Desvendei também que no seu sorriso agraciado
Existe um crescente crescimento abençoado
Fazendo do meu ser multicolor
Unificando com a sua essência 
A aliteração do amor .

* Voltei depois de um longo período de profunda transformação . Voltei depois de uma pausa de 05 meses , enfrentando tempestades internas . Sei que perdi muitas obras de autores magníficos , mas aqui é o meu lugar e neste lugar estou sempre a me iluminar .

* No dia 17 de dezembro foi aniversário de 04 anos do meu blogger . Foi triste não ter comemorado , mas fica a lembrança a este espaço que tanto me proporcionou alegrias e auto-estima .


Um abraço de coração aberto e alma iluminada para vocês !!!!        
 

11 comentários:

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Caio. Verdadeiramente um poema de excelência e ambiguidade.
Rico e inteligente em cada estrofe, criastes versos que emanam uma libertação literária e amorosa.
A escrita e o amor andam lado a lado, descortinando o véu negro da alma do poeta, que só consegue se libertar das alterações de humor através da senhora dos vocábulos e da senhora desnuda que habita a sua alma.
Interação entre as duas, que são reverenciadas pelo poeta na mesma proporção.
Salvação existe na luminosidade das palavras, na sintonia perfeita entre escrita, palavra e escritor.
Salvação existe no sorriso agraciado do seu amor, seu par, seu manifesto poético, seu caminho de luz, vida plena!
O poeta se reencontra consigo mesmo, tornando-se ativo para a vida, que outrora era apenas uma semente que custou a dar frutos!
Chegou o momento, ele vive, cria, ama e sente que ganhou alma nova, saindo de um estado de apatia, sabedor que o seu lugar é no colo da escrita idealizada pelo seu coração sonhador e inconstante.
Seu lugar é no colo do seu amor que encontra igualmente a libertação do ser que chora!
Parabéns pelo seu dom, inteligência e maestria!
Tenho orgulho de você!
-----------------------------------
Desejo que a sua constância seja maior do que qualquer desânimo, a fim de que deixe a inspiração fluir criando grandes obras como esta, lembrando que existe grandiosidade na simplicidade, sempre!
Quanto ao aniversário do "INTEGRAÇÃO HISTÓRICA.", em Dezembro de 2012, completando 04 aninhos, que ele cresça em sabedoria, conteúdo, ânimo, graça, liberdade e muitos sinceros amigos!
É um prazer fazer parte, caminhar neste espaço com você e todos os amigos!
Você ensina com a simplicidade que tem, aprende com humildade e este é o segredo do poeta nato!
Beijos, amado! Fique bem, sempre bem!
Tenha um domingo de paz!


Rita disse...

Bom dia Caio, vim conhecer seu Blog
e acabei gostando do que vi, um poema bonito e tudo muito bom por aqui
Vi o convite pela Patricia Pinna, adorei, ela é uma amiga que gosto muito
espero voltar mais vezes
desejo um bom domingo, bjusss
Rita!!!

http://cantinhovirtualdarita.blogspot.com.br/

Meimei Correa disse...

Parabéns pelo blog. Vi a divulgação de Patrícia Pina no facebook e como sempre estou atenta aos blogs indicados, vim visitá-lo. Parabéns mais uma vez. Já seguindo-o. Abraço.

Evanir disse...

Que, na Páscoa, nossa fé seja revigorada pela
certeza de que Cristo ressuscitou e está entre nós.
O sentimento de Páscoa não termina,
ele sinaliza um novo começo da primavera
e a vida marca nossa amizade.
Feliz Páscoa Deus abençoe
tremendamente sua vida.
Beijos na alma carinhos no coração.
Tem mimo na postagem caso gostar fica
a vontade para pegar..
Evanir..

Ivone disse...

Que prazer te ler, lindo poema, "aliteração do amor", uso das palavras assim me dão prazer em ler.
Fiquei imensamente feliz com sua visita e melhor ainda, saber que estás de volta, linda volta com um poema lindo assim!
Abraço apertado e um lindo Domingo de Páscoa para você e sua família.

Zilani Célia disse...

OI CAIO!
FICO FELIZ COM TUA VOLTA À BLOGOSFERA, POIS ESTÁVAMOS PERDENDO MUITO COM TUA AUSÊNCIA.
LENDO O PRIMOR QUE A PATRICIA AQUI DEIXA, FICO COM MUITO POUCO PARA TE DIZER, A NÃO SER,"QUE SEJAS MUITO BEM VINDO AMIGO E QUE DESTA VEZ PERMANEÇAS CONOSCO".
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br

Van-Ivany Fulini Sversuti disse...

Olá meu querido amigo Caio.
Afastamento não é sinônimo de esquecimento, todos nós temos os nossos problemas que as vezes nos obriga o afastamento do mundo e dos amigos virtuais, mas os mantemos guardados no coração.
Eu também estive afastada por motivos alheios a minha vontade e espero poder conviver mais presente com todos vocês.
Te desejo uma feliz páscoa!
Que Deus esteja contigo.
Um abraço
Ivany

Cristina disse...

Preciosa entrada y bienvenido nuevamente al mundo blooger, quería agradecer tu paso por mi sitio y tu encantador comentario.
Te dejo un abrazo y si no te incomoda llevo tu enlace para poder seguirte... no te pierdas!

Evanir disse...

Boa Noite :
Caio meu amigo..
Eu já estive no blog da Pati pura emoção sempre disse ela me surpriende
sempre cada poema .
Quanto a você já disse tantas vezes
agora vou dizer ,mais uma coisa espero ver vc e a Pati publicar seus livros.
Amigo..estive aqui na Páscoa esperei tanto vcs confirmar a vinda de vocês , mais tenho fé em Deus em passear muito com vcs aqui um dia.
O convite permanecerá para sempre porque assim como minha amizade e carinho por vocês.
Linda noite beijos no coração carinhos na alma.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Caio. Não havia visto esse lindo e segundo comentário da Evanir, vi o primeiro que ela fez.
Grande amiga.
Quanto ao seu talento, isso NÃO SE DISCUTE!
Espero vê-lo escrevendo e postando mais. Você sabe que admiro e respeito o seu talento e o poeta que és!
Caso poste no outro blog, avise pelo face.
Fique na paz de Deus.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Caio. Estive relendo o seu poema "MEU AMOR"
Quanta beleza nesse poema, quanto amor e pureza.
Lindo demais.
Amo esse poema, a essência passada nele.
Fique na paz.
Um beijo.