Seguidores

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

O Cachorro















Ainda não choveu,

E o cachorro espera a sua água .

O sol está queimando e ele se abriga

em baixo da escada .

Pessoas passam , pessoas passo

passo a passo nesse mundo sem espaço

ainda procura a sua vez .



O cachorro vaga na rua deserta
O cachorro vaga na rua repleta

Seus ossos dizem que a fome tem limite

Seus olhos pequenos denunciam a covardia de uma vida ...

de ser cachorro de rua .

O homem é o predador

O homem é o salvador.

Que espécie de criatura é isenta da dor ?


Agora chove

Enquanto todos se protegem contra a chuva

ele não se recolhe.

Estático ele senta no asfalto

com os pelos molhados e o espírito marejado

ele fixa no olhar de cada um que passa

denunciando o desrespeito e a compaixão inexistente

ignorada por toda essa gente que em bondade não sente.

São Francisco de Assis tende piedade de nós

A nossa expressão é a nossa voz .

De repente , a matilha observa com atenção

e conclúem que o Cachorro é o reflexo de uma nação .


O Cachorro , chutado , espantado , esfomeado , torturado

O Pobre , massacrado , roubado , estigmatizado , torturado

Analfabetizado espiritualmente !

Não há diferença , a nossa nação é pequena .

Uma pele com hematomas é sinal de que o corpo foi maltratado

Os animais torturados é a prova pelo qual somos julgados .

O homem é o predador

Mas o homem também pode ser o salvador ?






"A grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo que seus animais são tratados." Mahatma Gandhi .

11 comentários:

Everson Russo disse...

Realmente esse desprezo e desrespeito ao cachorro é o reflexo de uma nação despreparada e desprotegida...abraços de boa semana pra ti meu amigo.

Magia da Inês disse...

°º♫
°º✿
º° ✿♥ ♫° ·.
Passei para uma visitinha.
Muito, muito deplorável... a expressão dessa imagem dá um nó na garganta. Às vezes, é tão difícil acreditar no ser humano!...
Eu também queria ser poeta e me expressar tão bem como você.
Boa semana!
Beijinhos.
Minasº°♥❤

º°❤

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços.

MARILENE disse...

Infelizmente, o homem é o predador. Seus versos são de irresignação perante tudo que vai além de um cão abandonado. E ainda é mais fácil encontrar alguém que abrigue um cão, que outro ser humano.

Bjs.

Lucia Constantino disse...

Se o ser humano não vê diante de si os seus irmãos animais, que são puros e inocentes e estão à sua mercê, como irá ver o seu semelhante? Os sábios estão certos: aquele que é cruel com os animais, fatalmente o será com o ser humano. Meu amigo, teu poema é um cântico de guerra, de alerta, de denúncia, de amor, de coração aberto para que enxerguemos, para que nossa cegueira tenha fim, essa cegueira que nos faz sentir vergonha de ser chamados de "ser humano" - pois quando nos deparamos com a crueldade para com os animais, eu, sinto, sinceramente, vergonha de ser gente! Vou copiar este teu poema e estarei distribuindo na escola, porque temos que conscientizar nossas crianças e fazê-las ter coração desde cedo e não torná-las seres insensíveis... é uma gota no oceano, mas podemos, no nosso pequeno espaço, realmente fazer a diferença! Parabéns, querido poeta amigo. Grande beijo.

Rita Freitas disse...

Alguém muito sábio disse um dia que conseguiamos avaliar a consciência de um povo pela forma como tratavam os seus animais.
Tenho esperança que um dia conseguigamos mudar as consciências.

Gostei do seu blog, vou segui-lo :)

Kinha disse...

Realmente, não há ninguém sobre a face da terra que seja isento de dor.
Vim retribuir a visita e gostei muito de seu blog. Parabéns.
Estou seguindo!

♫*Isa Mar disse...

Olá amigo realmente há ainda muita dor no mundo,mas que fica por conta dos que ainda não despertaram para a compaixão e sentimentos nobres.
O que nos consola e nos dá esperança são os que defendem os animais e a natureza, e são muitos...isso nos dá a certeza de que um dia tudo será diferente.
Já te desejo um Feliz Natal e Ano Novo, até 2012, beijos no coração!

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, amado poeta. Um poema crítico maravilhoso certamente.
Os animais "racionais" tratam os "irracionais" na maioria das vezes com desprezo, desrespeito, crueldade, atitudes insanas e promíscuas até.
Se a maioria das pessoas tivessem educação, sensibilidade e respeito dentro de si, não maltratariam os animais.
Os animais sentem dor, não são objetos frios que servem para enfeitar ou proteger, e sim são merecedores de cuidados.
Acredito que mesmo não amando animais, todos deveriam pelo menos respeitar.
Infelizmente vemos cavalos queimados, cachorros maltratados e daí fica a minha pergunta: "-Cadê a bendita e tão dita racionalidade?"
Humanidade! Esconde-se quando não serve aos interesses do homem!
Hoje em dia quem a tem, é como ter uma jóia rara de inestimável valor, infelizmente, pois ela deveria ser tão natural e corriqueira.
Concordo plenamente com o poema e com a frase tão bem escolhida de Mahatma Gandhi.
Parabéns!

Flor da Vida disse...

Versos profundos, verdadeiros e imensos em sabedoria...
Aplaudo-te com ênfase e alegria!!!

Agradeço à querida amiga Patricia Pinna pela indicação desse blog tão lindo e maravilhoso!
Realmente é muito gratificante estar aqui com você poeta.
Sigo-o com imenso prazer!

Deixo carinhos de flor pra ti viu?
Beijos de Luz e Paz

Evanir disse...

Estamos a poucos dias do Natal esse dia especial que vemos passar por nós
incansavelmente ao longo de toda a vida.
vamos abrir as portas dar ao Menino Deus as boas vindas ao aniversáriante.
Um Feliz Natal ..Paz Amor E Luz De Jesus.
Obrigada por estar presente na minha vida no decorrer desse ano que breve chegara ao final.
Deus permita que nossa amizade seja iluminada pelo menino Jesus.
Um dia lindo.
Um Natal De Felicidade Para Você Familia E Amigos.
Beijos ternos e carinhosos.
Evanir.
Tem um presente de Natal no blog se gostar esta a seu dispor.
Me perdoe a ausência você sempre será um amigo especial na minha vida.
Deus abençoe nossa grande amizade.