Seguidores

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

A Barata






Quando estava criando um poema
no auge da inspiração
me aparece uma barata .
Fiquei nervoso no momento
mas a hora era sagrada .
E a criatura se aproximava
e tinha que decidi :
Fazer o poema ou matar a Barata ?
Sempre no lugar errado
- queres cometer suicídio ?
- então volta para o ralo .
Mas não adiantou argumentar com a Barata,
e os versos que antes caíam naturalmente
agora se evacuavam .
E o pobre inseto parecia nada bem
Ela estava assustado e eu também.
Mas tínhamos que ter uma atitude :
Ela correu e eu corri , ela se escondeu e eu a perdi
Ela apareceu e eu sorri , ela tentou a fuga e eu a abatir .
Com uma vassourada matei a barata , na pá joguei na privada
E lá se vai a barata .
Numa morte sem família
Sem enterro , sem nada.
O que ela me fez ?
Apenas entrou no meu quarto numa hora errada.
A barata já é condenada pela sua forma
e um homem é condenado pela sua atitude .
A Barata nasce no esgoto
O Homem nasce na liberdade .
Enquanto a barata rodava na privada
Eu dizia : Que Deus te conceda uma forma melhor em outra vida .
E Nisso já dava tchau o meu processo criativo .
Porém , o poema já estava escrito .
Com um novo nome e nova autora : A Barata .

16 comentários:

Evanir disse...

Boa Tarde ..
Como vou fazer diante dessa situação
da barata ainda não sei.
Na verdade da para ver muitos lados da vida diante dessa postagem.
O homem nasce e cresce sempre acreditando num mundo civilizado .
Com o passar do tempo os governantes nos escraviza fazendo dos homens mais humildes bichos do mato.
A pessoa se mata de estudar na hora do emprego nem todos tem a mesma sorte.
E acabam no ralo de onde saiu a barata .
A barata pelo menos tem asas envernizadas da vou rasante e muitas vezes escapa da vassoura,
Nossa que monte de besteira eu falei aqui amigo.
Na verdade seu texto ficou nota mil
quem disse que não podemos fazer poema e texto sobre barata.
eu achei muito dez .
Uma linda moite .
uma abraço.
Evanir

Elaine Castro. disse...

Oi, seu poema me lembrou de um livro da Clarice Lispector em que uma barata é motivo e desencadeadora de muitos pensamentos e sentimentos reprimidos.
Parabéns pelo espaço.

Abraços.

Ivone Poemas disse...

Olá, entrei aqui "por acaso", nem sei, mas digo-lhe, já fiz poemas para muitos bichos, até para um amigo que muitos acham repulsivo, o "meu amigo Urubu", pois é, caminhando na praia em dia meio deserto vi o urubu "limpando" a praia..., abraços,
muito bom seu poema, saiu como teria de ser, autêntico, afinal baratas têm em todos os lares, rsrs, fazem parte de nossas vidas!!!
Ivone poemas
henristo.blogspot.com

Everson Russo disse...

E cada um em seu momento, a barata em perturbar e o poeta em criar,,,se conheceram num horário impróprio...abraços de bom dia pra ti meu amigo,,,obrigado sempre pelas suas palavras no Livro...e feliz dia do poeta pra ti ....

♫*Isa Mar disse...

Olá meu amigo,teu texto é maravilhoso e de muita criatividade, muito bom te ler, adorei!
Agradeço pelo teu carinho e por ter tirado a verificação, assim poderei sempre te visitar.
Incrível como coisas do cotidiano inspiram poetas e escritores a escrever coisas tão legais, muito bom estar sempre em contato com grandes talentos como tu.
Ahh e também não consigo deixar de matar uma barata rsss tadinhas, mas não tem jeito né?
Beijos em teu coração e um lindo dia!

NOEMI disse...

Caio estou te devolvendo o comentáio pois nao e pra mim....Bom dia amiga Evanir !!!!
Você a nossa madrinha , sempre com o nosso aalimento da alma , a sua vida nos inspiraa poesia mas a sua amizade é a certeza viva dessa primazia !!!!
Bom dia amizade !!!! Seu bloggger é um caso de amor...é matavilhoso !

NOEMI disse...

OI! MEU QUERIDO!OBRIGADA PELO CARINHO.EU NÃO SOU NADA SEM VCS.
UM GRANDE BEIJO NO CORACÃO.

Evanir disse...

Hoje minha visita é para anunciar
uma novo circulo de minha vida.
Continuarei com as homenagens
que é a razão do blog (A VIAGEM)
A imagem escolhida por mim no novo visual
tem tudo a ver com o futuro, não só do blog,
mas da surpresa que a qualquer
momento será anuciada no blog.
Hoje sou parte da vida de cada
pessoa amiga e tão amada por mim,
também sou membro do Clube dos Novos Autores.
Com muita alegria convido você a paricitipar com
todos nós do clube também.
Minha Viagem prossegue amando e acarinhando todas
minhas lindas amizades.

Deixando um pedido muito importante para mim.
Eu não estou deixando vocês ,
E sim, entrarei na casa de cada um de vocês.
Conto com o carinho de sempre em meu blog,

Esteja comigo como sempre estiveram
Deus estara com você e comigo.
Segure nas mãos de Deus e na minha e vamos nessa
Deus já abençoou.
Com carinho.
Evanir
20 de Outubro
Esperando você ..

MARILENE disse...

A barata não o impediu de criar. Proporcionou versos que me fizeram rir, pois comecei a vivenciar a situação.
PARABÉNS, poeta!
E obrigada pelas afetuosas palavras que me deixou.

Bjs.

Everson Russo disse...

Um belo final de semana pra ti meu amigo...abraços.

Evanir disse...

Meu Amigo.
Por favor me envie seu email tenho algo importante a pedir.
Já estou a sua espera.
evanir_garcia@hotmail.com
Beijos feliz final de tarde.

Everson Russo disse...

Meu amigo, venho agradecer sua atenção e suas palavras deixadas no Livro...é sempre bom poder contar com sua presença,,,abraços fraternos e um belo sábado pra ti.

Vera Lúcia disse...

OLÁ,
Adorei seu poema divertido e criativo.
Tenho horror a baratas! Acredito mesmo que ela acabe com qualquer inspiração.
Achei bem interessante você intercalar ao poema frases que remetem à reflexão.
Parabéns!
Meu abraço e votos de um final de semana feliz.

Everson Russo disse...

Uma bela semana pra ti meu amigo...abraços.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Caio. Muito bom o seu poema, pois você consegue criar com leveza, e ao mesmo tempo trazer o leitor para junto de você, da sua criação, fazendo pensar sobre o poema de duas formas:a da intromissão da barata, perturbando o seu processo criativo,a sua saga em exterminá-la, sua condição de criatura asquerosa, sem ter a quem zelar por ela, na sua prisão esmagadora feita pelo homem, e o próprio, livre no corpo, mas preso por suas ações, cada uma bem particular, que o induz ao erro e à masmorra.
Sem mais "filosofar", rs, você está de fato de parabéns!

Obs: Cabe ao homem escolher ações, que o libertem de vez de uma vida medíocre!

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia meu amigo criativo!
Ainda não consegui me indentificar com vc.Sei que amas com todas as arestas,kkkkkkk,fazes criticas como ninguém...agora me apresentas uma barata,kkkkkkkkkkkkk,sei que vc é criativo demais,e essa barata não morreu,ela criou mais vida nas tuas mãos ...
Bjs meu lindo amigo!